Não importa se você é empreendedor, gestor ou colaborador de uma organização: se sente que a cultura organizacional da sua empresa estacionou no tempo, leia este artigo. Muito se fala em inovação e novidades, geralmente associadas à tecnologia, para mudar o engajamento e a comunicação entre equipes. Mas como aplicar isso em organizações formadas por gerações diferentes, mantendo a individualidade de cada um e adotando características de startups, por exemplo? Como evitar que a aplicação de certos modismos alterem o perfil de um negócio e afetem negativamente seus ganhos?

Cada empresa deve saber qual modelo adotar para transformar a rotina dos seus colaboradores e potencializar a receita do negócio.

Todas as ações feitas para melhorar o convívio entre os membros de um time são válidas, desde que isso faça sentido para o perfil da organização em si. Por meio de pequenas atitudes e com o uso de recursos tecnológicos intuitivos é possível revolucionar até mesmo o mais conservador dos setores em uma economia, sem deixar de manter no horizonte os valores e a missão da empresa.

Com o volume de novidades e tendências que surgem todos os dias, é natural que elas sejam incorporadas gradualmente pelas empresas que acreditem ser válido adotar para mudar sua dinâmica organizacional em razão da modernidade e dos possíveis benefícios relacionados. Porém, antes de adotar qualquer tecnologia de ponta, é necessário refletir se isso está de acordo com a realidade do seu negócio. Se os recursos financeiros são limitados, assim como a quantidade de pessoal que irá lidar com as soluções digitais, de nada adiantará mudar. Mas se sozinho não é possível entender o cenário, um caminho é buscar uma consultoria especializada para avaliar o empreendimento, seu modelo de negócio, cultura organizacional e, a partir daí, criar um planejamento estratégico para escolher a tecnologia que irá melhorar as práticas dos seus colaboradores e impulsionar seus negócios.

 Há uma série de metodologias interessantes para fazer isso, como um coaching de inovação com base em Design Thinking. Com ele é operacionalizada uma jornada de inovação para otimizar os processos internos em uma empresa e aumentar a produtividade dos funcionários, assim como a satisfação em sua rotina profissional diária. Aquela ideia de fazê-los “vestirem a camisa” do seu negócio, sabe?

Depois de analisar e entender profundamente toda a estrutura de um negócio, parte-se para a escolha e uso de técnicas e recursos que irão ajudar seu time a chegar no topo. Existem uma série de soluções, especialmente aquelas com base na nuvem, que podem aumentar o rendimento dos colaboradores, facilitar a comunicação interna, melhorar a produtividade – que também pode ser feita de forma conectada e colaborativa, em rede – e, consequentemente, mudar positivamente os resultados, seja em curto, médio ou longo prazo.

Fonte: Administradores.

Leia Também

images

A inovação não é algo que simplesmente acontece, do nada. Ela precisa ser cultivada, desenvolvida e estimulada. A simples decisão ou vontade de se ter uma empresa ou um ambiente inovador não é garantia de que isto vai acontecer, apesar de ser um bom começo. Como em todo cultivo, um ambiente inovador precisa de investimentos […]
download
Nos últimos 2 anos temos vivenciado momentos muito desafiadores no âmbito comercial. Por um lado, nossa economia enfraquecida pelos acontecimentos políticos – que consequentemente tiram de nós algumas oportunidades de sucesso nos negócios, os quais, provavelmente, em cenários mais seguros, ocorreriam sem tal instabilidade. Por outro lado, justamente por conta deste cenário desafiador, uma disputa […]
Picart
Você sabe o que é o controle patrimonial, bem como sua importância para um negócio? Trata-se de uma rotina que deve ser feita constantemente e que conta com a ajuda dos responsáveis pela contabilidade da empresa. Apesar de ser imprescindível para o sucesso de um negócio, pouco se fala sobre o tema. Exatamente por esse […]

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222