A crise financeira deixou milhares de pessoas desempregadas e empreendedores frustrados e até falidos. Por conta deste cenário, foi imprescindível realizar mudanças no mundo corporativo, começando pelo foco nas competências pessoais e profissionais, como autogerenciamento e ações mais assertivas.

O autogerenciamento é a capacidade de observar, analisar, planejar e modificar seus próprios comportamentos. Em tempos de crise, o melhor gestor é o próprio indivíduo. Ele é a pessoa que melhor pode se conhecer e, consequentemente, priorizar escolhas, tomar decisões construtivas em sua vida profissional e pessoal, fazer mudanças de rumo e, assim, identificar oportunidades que o momento atual pode proporcionar.

Nesta época de otimização de custos, ter ações focadas é essencial, pois não há recursos para desperdiçar. Por isso, antes de executar qualquer tarefa, faça um planejamento e defina o que é prioritário.

Outra competência exigida em tempos de crise é a resiliência, que é a capacidade de lidar com dificuldades e mudanças. Uma demissão na família, aumento de exigências por parte do contratante, custo de vida elevado, corte de supérfluos… Tudo isso exige das pessoas a necessidade de adaptação à uma nova realidade.

Para quem quiser ou precisar desenvolver estas competências que ajudarão a lidar com as transformações no lado pessoal e profissional, basta se atentar às seguintes dicas:

– Observe o que faz. Identifique quais são os principais fatores que influenciam suas escolhas (fatores ambientais, sociais, hábitos, sentimentos, entre outros).

– Avalie se suas decisões são baseadas no que você quer e no que é importante para você, ou se servem apenas para evitar determinados obstáculos e desafios.

– Identifique seus valores e trace objetivos alinhados a eles. Aja com foco nesses objetivos e evite o supérfluo.

– Quando enfrentar situações de mudança, procure as oportunidades que elas podem proporcionar. Aceite-as e reveja seus planejamentos, considerando o que é realmente prioridade em sua vida.

Se você for capaz de se auto gerenciar, sempre com foco e resiliência, é provável que consiga alcançar sucesso, com ou sem crise. Afinal, você terá sua energia canalizada naquilo que importa e que te levará à realização de seus objetivos!

Fonte: Notícias Empresariais.

Leia Também

declaracao-anual-do-mei-microempreendedor-individual

O dia 31 de maio é o prazo final para a entrega da declaração anual do MEI. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Para evitar que você seja mais um na estatística daqueles que entregam a […]
Imprimir
O micro e pequeno negócio no Brasil movimenta consideravelmente a economia do país, cerca de 27% do PIB brasileiro, conforme dados do SEBRAE. Além de empregarem 52% da população, o que demonstra significativa importância. Mas inúmeros são os desafios destes micro e pequenos empresários. Uma das principais dificuldades enfrentadas por estes portes de empresas é […]
noticia_124836
Tornar-se vendedor em nosso País, na maioria das vezes, acontece por conta de uma necessidade financeira ou por alguma oportunidade inesperada. A verdade é que quando menos você espera, já está vendendo alguma coisa. Diferente de outros profissionais, que estudam e se formam para depois começarem a exercerem suas atividades por formação, como por exemplo […]

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222