A Black Friday já está consolidada no calendário do varejo brasileiro como o dia das promoções. É a data de vender muito. Mas se as ações não forem planejadas, o lojista não terá lucros e ainda pode perder clientes. Aproveite essa data para estimular a criatividade da sua equipe e fazer seu estoque girar ainda mais. Vamos ao passo a passo rápido e objetivo para adotar o conceito de Black Friday de verdade?

1. Não defina as ofertas em cima da hora – É preciso planejar quais itens terão descontos para não comprometer o negócio. Para isso, faça contato com seus fornecedores antecipadamente para checar produtos que podem ser comprados em maiores quantidades a preços mais interessantes. Os produtos encalhados no estoque também são itens que permitem maiores descontos. Já os produtos de maior giro ou de novas coleções devem receber menor margem de desconto para não serem desvalorizados após o evento.

2. Não aumente o valor dos produtos dias antes da Black Friday para no dia voltar com os valores normais. Essa prática, além de ser facilmente identificada pelos consumidores, que fazem comparações rápidas na internet, leva a perda de clientes num momento em que poderia ser aproveitado para intensificar o relacionamento.

3. Definidas as promoções, é hora de pensar na estratégia de marketing para atrair o cliente para a loja, seja ela física ou virtual. As redes sociais, o Google ou e-mails são ótimos canais de comunicação, uma vez que o consumidor está cada vez mais on-line, além de dispender de um investimento menor em relação a outras ferramentas, como anúncios em mídias off-line, televisão e rádio.

4. Aproveite a campanha para fidelizar clientes. Ofereça mais que promoção com redução de preço. Considere também outros tipos de ações, tais como sorteio, kit, brindes e cortesias em geral, que também podem servir como atrativos para atrair clientes para a loja física. A ideia é ter um cliente satisfeito.

5. Não se esqueça do Natal – A Black Friday antecede as compras de fim de ano, então tenha em mente que neste período será necessário fazer a gestão de dois estoques. A dica é aproveitar a Black Friday não só para disputar a primeira parcela do 13º salário dos consumidores, mas também para mapear o comportamento de compra, identificando as tendências e os produtos que vão incrementar as vendas do Natal.

Mais do que vender e lucrar, a Black Friday é a oportunidade para o lojista fidelizar clientes. Por isso, planeje-se e faça ações verdadeiras. Use a data não só para girar o estoque, como também para conquistar o consumidor, do atendimento à entrega.

Fonte: Administradores.

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222