O mundo dos negócios vive um constante processo de mudanças e, por isso, se reinventar acaba sendo um processo natural em companhias que estão há anos atuando em determinados mercados. No entanto, embora seja algo necessário, isso também pode ser um processo desafiador e que requer bastante atenção das lideranças para que a essência da marca não se perca ao longo das mudanças.

Ainda que não haja uma fórmula mágica, é preciso, como empreendedor, questionar-se a respeito do que pode ser feito para que o seu negócio não fique esquecido na memória dos seus clientes. Podemos considerar que a fidelidade dos consumidores de serviços e produtos tem sido bastante volátil, resultado da infinita variedade de empresas que oferecem cada vez mais diferenciais para atrair público. Por isso, “inovar todos os dias” deve ser o mantra dos empreendedores. Mesmo companhias com décadas de atuação tem sempre algo novo a oferecer, basta ampliar o horizonte e se abrir para enxergar o comportamento do mercado e suas possibilidades.

O primeiro passo é fazer toda a análise do negócio e do segmento em que está inserido, feito isso, aposte na força do crowdsourcing. Existem profissionais especializados no mercado que podem contribuir positivamente para um processo eficaz de mudanças. Além disso, no atual cenário que vivemos, não podemos nos ater aos limites que criamos no início da operação. Não há barreiras para empreender! Um exemplo prático é o que realizamos em nossa atuação, passamos décadas focados em nosso core business de formação em corte e costura, mas avaliando as transformações do mercado, expandimos nosso portfólio e hoje conquistamos uma parcela muito maior de clientes por meio de especializações como moda pet, estilista e personal stylist. Tudo é uma questão de ampliar o olhar!

A essência do negócio não precisa ser esquecida para que sua marca possa se reinventar e galgar novos espaços no mercado. Pelo contrário, é preciso mudar sem esquecer os valores e a essência que te trouxeram até este momento. Uma empresa é um organismo vivo e que naturalmente passa por processos de modificações, sem deixar de lado sua base de criação, trata-se apenas de um processo de adaptação aos perfis de mercado que surgem com o passar do tempo e de acordo com eventos econômicos. Por isso, não culpe a crise, se aproveite dela. Cenários como os que atravessamos recentemente no Brasil podem servir de inspiração para novos caminhos a serem trilhados.

Vale lembrar que cada negócio se adapta de uma forma às alterações do segmento em que está inserido, por isso, não abra mão de uma boa análise e de uma equipe de suporte especializada e engajada. A tradição e reconhecimento que os anos de operação oferecem são fundamentais, mas é preciso mais do que isso para manter seu espaço em uma sociedade que está em constante evolução.

Fonte: Notícias Empresariais.

Leia Também

declaracao-anual-do-mei-microempreendedor-individual

O dia 31 de maio é o prazo final para a entrega da declaração anual do MEI. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Para evitar que você seja mais um na estatística daqueles que entregam a […]
Imprimir
O micro e pequeno negócio no Brasil movimenta consideravelmente a economia do país, cerca de 27% do PIB brasileiro, conforme dados do SEBRAE. Além de empregarem 52% da população, o que demonstra significativa importância. Mas inúmeros são os desafios destes micro e pequenos empresários. Uma das principais dificuldades enfrentadas por estes portes de empresas é […]
noticia_124836
Tornar-se vendedor em nosso País, na maioria das vezes, acontece por conta de uma necessidade financeira ou por alguma oportunidade inesperada. A verdade é que quando menos você espera, já está vendendo alguma coisa. Diferente de outros profissionais, que estudam e se formam para depois começarem a exercerem suas atividades por formação, como por exemplo […]

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222