Não há milagres, otimizar resultados empresarias requer grande concentração de forças e muita disciplina entre outras ações.
O exercício básico para se definir onde queremos chegar, inicialmente é saber onde estamos, o que temos, para na sequencia definir objetivos.
Muitas vezes diante da angustia de empresários em ver seus empreendimentos sucumbir, metas arrojadas são definir, porém, com poucas possibilidades de serem atingidas.
Um estudo detalhado e real do momento atual, da capacidade produtiva, da estrutura humana disponível, são fatores fundamentais para esse planejamento.
Em empresas onde o relacionamento “patrão x empregado” tende a ser emocionalmente mais forte, as respostas das metas definidas, quando realizadas, costumam ser mais lentas, muitas vezes por “cobranças” inadequadas, falta de disciplina e falta de qualificação do pessoal.
O potencial da equipe de líderes é um fator essencial para se alcançar metas, diversas empresas “patinam” nas realizações das metas definidas, justificativas tornam-se rotinas, desculpas das mais diversas são apresentadas para minimizar o impacto do não atingimento.
Em um “case” recente num cliente onde por diversos meses os números definidos como metas a serem atingidas, foram um a um justificados com argumentos técnicos que embasavam de maneira consistente a impossibilidade de atingimento, e se continuássemos a persistir, teríamos até hoje justificativas; porém, uma reestruturação após analise interna no quadro de colaboradores e na sequencia uma busca no mercado, fez com que tudo se modificasse.
Ao contratarmos um novo gestor, com uma política de remuneração variável (de verdade), com metas alcançáveis, mesmo que inicialmente não atendessem por completo aos objetivos da empresa, passamos a partir dessa decisão a superar as metas; como num time de futebol, a mudança de técnico (gestor) trouxe a equipe uma expectativa que fez com que o que se tinha como hábito (justificativas) ser transformado em pressão (saudável), porém, com a equipe mais próxima para que os ajustes e as ajudas que se fizessem necessárias, ocorressem no decorrer do mês e ao final os números fossem alcançados.
Vale pensar na questão!!!

Fonte: Administradores.

Leia Também

declaracao-anual-do-mei-microempreendedor-individual

O dia 31 de maio é o prazo final para a entrega da declaração anual do MEI. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Para evitar que você seja mais um na estatística daqueles que entregam a […]
Imprimir
O micro e pequeno negócio no Brasil movimenta consideravelmente a economia do país, cerca de 27% do PIB brasileiro, conforme dados do SEBRAE. Além de empregarem 52% da população, o que demonstra significativa importância. Mas inúmeros são os desafios destes micro e pequenos empresários. Uma das principais dificuldades enfrentadas por estes portes de empresas é […]
noticia_124836
Tornar-se vendedor em nosso País, na maioria das vezes, acontece por conta de uma necessidade financeira ou por alguma oportunidade inesperada. A verdade é que quando menos você espera, já está vendendo alguma coisa. Diferente de outros profissionais, que estudam e se formam para depois começarem a exercerem suas atividades por formação, como por exemplo […]

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222