Notícias

7 passos para você não errar na hora de investir em uma franquia

Comprar uma franquia pode ser uma ótima jogada para o empreendedor que não quer criar um novo negócio. Em teoria, os franqueados adquirem um modelo funcional em todos os níveis, desde o branding até precificação, posicionamento da marca e público-alvo definido.

As pessoas buscam investir em franquias, independentemente do setor, por se tratar de um modelo de negócio testado, estruturado.

Apesar do investimento em franquia não significar garantia de sucesso, dados do Sebrae mostram que as chances são bem maiores de que negócios independentes.

Há ótimas vantagens, porém também há desafios no caminho. É importante realizar uma avaliação detalhada para que você não erre, principalmente se está investindo todas as suas economias. Separei alguns pontos para que você, caro empreendedor, possa levar em consideração antes de adquirir sua Franquia.

Identificação

Você vai cuidar da operação? Tem de haver identificação com a área. Isto não significa que se for abrir uma franquia de coxinhas, por exemplo, deva ser apaixonado por salgados, mas, sim, que você deve gostar de tratar com público. Outro dia, uma cliente me disse que “não gostava muito de tratar com pessoas”. Ok, sem problemas se este é o seu perfil, mas não entre no varejo se preferir tratar com computadores.

Local

É importante que se entenda qual a porcentagem de dependência que a escolha do ponto comercial tem no sucesso do modelo que está escolhendo. Vemos muitas franquias não deslancharem porque são implantadas em praças saturadas e isto também é algo que as redes de franquia tem a obrigação de auxiliar aos franqueados. Também vemos muitas redes de franquias em um tipo de expansão canibal, onde o core business deixa de ser o negócio em si e passa a ser a busca por “taxas de franquia”. Pode ter certeza que é o início do fim para a rede.

Consulte o Plano Financeiro da Franquia

Analise as variáveis e transfira as projeções ao cenário de onde pretende abrir. Faça contas simples. Quanto eu terei que vender para suprir meus custos fixos, funcionários, recompra. Não se prenda somente ao cenário otimista que te apresentarão. Lembre-se que o mercado não é tão engessado quanto os números de uma planilha, muitas vezes, mal elaborada.

Conheça uma unidade

Não só conheça, mas passe um tempo lá. No mínimo, um dia inteiro. Pode ser na loja piloto ou na unidade mais próxima de sua cidade, não tem problema. A ideia não é analisar a beleza da arquitetura, mas conhecer o básico da operação, analisar os horários de maior movimento, as dificuldades e os processos.

Conheça a concorrência

Dê uma volta na cidade, conheça os concorrentes. Consulte o cardápio ou menu de serviços de outras marcas, visite, veja os horários e hábitos de consumo nestes estabelecimentos. Não tenha vergonha de conversar com o dono, gerente ou funcionário. Veja como estão as coisas. Mas, o principal, se atente se o mercado da praça não está saturado e qual é a fatia que vai sobrar para você.

Histórico

Converse com franqueados da rede. Caso, seja franquia nova, analise as documentações, histórico e, principalmente, veja quem está por trás da marca e/ou cuidando de sua expansão. Existem pessoas e empresas especialistas em vender franquias. Sim, só vender. Estão mais preocupadas em alcançar números de unidades do que focadas no sucesso do franqueado. Não é difícil de encontrar pontas soltas. Uma dica é pesquisar em sites como o “reclame aqui” a marca e os nomes dos envolvidos.

Leia tudo

Por fim, leia todas as documentações que te enviarem, página por página. De preferência, leve a um especialista. Vai investir o dinheiro da sua vida, suas economias? Então trate de se aprofundar nas normas de funcionamento, compras, suporte, entre outros aspectos que farão toda a diferença no sucesso do negócio.

Fonte: Administradores.

Leia Também

A NFCe (Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica) é um documento que faz parte do sistema público de integração tributária (SPED) entre as empresase todas as esferas do governo (do município, do estado e federal). Esse documento foi criado para substituir as tradicionais Notas Fiscais de Venda ao Consumidor e o EFC (Emissor de Cupom Fiscal). O […]
O Brasil faz parte do grupo de países com a maior média de cobrança de imposto sobre a renda por empresas. Pelo menos é o que indica uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional das Indústrias (CNI), em parceira com a consultoria Ernest Young, que visa comparar a carga tributária para as empresas no Brasil com […]
As profissões relacionadas ao atendimento se tornam cada vez mais fundamentais em diferentes segmentos da economia e dos negócios. Porém quem lida diariamente nessa área sabe que “nem tudo são flores” e tem muitas histórias para contar, tanto de situações cômicas como de momentos estressantes e desagradáveis. É necessário realmente ter muito “jogo de cintura” […]

Rua Dr Odilon Behrens 310 - Centro - Guanhães / MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222