Vivemos em uma era digital em que as notícias chegam à população de forma muito rápida e isso ninguém pode negar.

Escândalos envolvendo empresas públicas ou privadas chegam à tona em um piscar de olhos. Muitas vezes, elas se preocupam com a reação da imprensa, dos acionistas, e dos clientes e acabam se esquecendo do público interno, fundamental para o sucesso da estratégia traçada. Esse tipo de situação causa mudanças bruscas na rotina das organizações, e é preciso atentar-se para que o fato não prejudique o ritmo de trabalho daqueles que vestem a camisa diariamente. Para isso, os profissionais de Recursos Humanos, independentemente do porte da corporação, devem comunicar os colaboradores da companhia de forma rápida e eficaz e, assim, evitar burburinhos ou grandes perdas de produtividade.

Buscar manter uma boa imagem e reputação inquestionável perante seus funcionários é essencial para que não cause ainda mais problema para o consumidor, elemento central de toda cadeia. Antes mesmo de fazer a comunicação oficial no site, imprensa ou redes sociais, o público interno precisa estar alinhado ao discurso, afinal ele é considerado um formador de opinião.

Para Scher Soares, especialista em mudança de comportamento, é necessário que o RH, junto com a área de comunicação, encontre mecanismos para entender o que pensam os colaboradores de forma a contribuir para uma reconstrução da reputação. “Funcionários insatisfeitos contaminam os consumidores. Reconhecer o importante papel de cada um deles e fazer com que apoiem a empresa vai transformá-los em verdadeiros embaixadores da marca”, afirma.

5 dicas para lidar com funcionários em momentos de crise:

1. Entenda o cenário

É necessária a participação de um profissional da área de Recursos Humanos na reunião do comitê de crise. Entender o cenário é preciso antes de fazer qualquer comunicação para garantir que ela seja unificada.

2. Comunique seus colaboradores

Faça um comunicado oficial o quanto antes no veículo oficial de comunicação interna da empresa. Sugiro o e-mail por ser mais rápido e de fácil acesso. No texto, a mensagem deve ser simples, clara e objetiva sem entrelinhas que possam gerar dúvidas ou falhas de interpretação.

3. Mantenha uma equipe disponível e preparada para solução de dúvidas

Dúvidas vão surgir ao longo de todo o processo com a divulgação de informações pela imprensa. Seu funcionário tem a marca e a reputação da companhia em que trabalha associada a sua imagem profissional. Por isso, o canal de comunicação direta com esse público deve ter sua equipe 100% preparada para responder a todo tipo de indagação. Caso não exista esse canal, é preciso destinar pelo menos uma pessoa para exercer essa função.

4. Sustente o posicionamento

Após a primeira divulgação e com mais calma, mantenha o diálogo com os colaboradores em todas as fontes de informação que a empresa disponibiliza, seja por jornal mural, e-mail ou qualquer outro meio de divulgação interna. Promover essa relação torna o clima organizacional mais saudável e evita grandes perdas de produtividade.

5. Monitore as redes sociais

Monitore o que seus funcionários podem divulgar sobre o tema nas redes sociais. Muitas vezes, eles são considerados formadores de opinião dentro e fora da companhia, e suas opiniões podem ser tomadas como verdadeiras. Oriente-os a não divulgar nada que não seja oficial e não dar declarações a respeito do tema.

Fonte: Notícias Empresariais.

Leia Também

declaracao-anual-do-mei-microempreendedor-individual

O dia 31 de maio é o prazo final para a entrega da declaração anual do MEI. Enquanto muitos correm para colocar a documentação em dia, é importante lembrar quais são os principais erros da declaração anual do MEI cometidos pelos empresários. Para evitar que você seja mais um na estatística daqueles que entregam a […]
Imprimir
O micro e pequeno negócio no Brasil movimenta consideravelmente a economia do país, cerca de 27% do PIB brasileiro, conforme dados do SEBRAE. Além de empregarem 52% da população, o que demonstra significativa importância. Mas inúmeros são os desafios destes micro e pequenos empresários. Uma das principais dificuldades enfrentadas por estes portes de empresas é […]
noticia_124836
Tornar-se vendedor em nosso País, na maioria das vezes, acontece por conta de uma necessidade financeira ou por alguma oportunidade inesperada. A verdade é que quando menos você espera, já está vendendo alguma coisa. Diferente de outros profissionais, que estudam e se formam para depois começarem a exercerem suas atividades por formação, como por exemplo […]

Av. Milton Campos, 2783 - Centro - Guanhães/MG - CEP 39740.000 - Tel.: (33) 3421-0222